terça-feira, 26 de junho de 2012

ENCHERGANDO ALÉM DA VISÃO NATURAL

 Deus não vê como o homem vê (1ª Sm. 16:7).

 V.1a – Até quando você estará triste? 
- A tristeza de Samuel não alteraria a circunstância (Mt. 6:27).
 - Samuel tinha um apego muito grande com Saul (Js. 1:2)

 V.1b – Encha um cifre com óleo e vá até Belém.
- O óleo representa o Espírito Santo.
- Devemos nos revestir do Espírito Santo e estarmos indo em direção a Belém (casa do pão).

 V.1c – Escolhi um de seus filhos para fazê-lo rei.
- Deus tem tudo no seu controle.
 - Deus já havia determinado que Davi seria rei de Israel.


 V.2-3 – Saul me matará.
- Fazer a vontade de Deus levantará opositores.
 - Quando caminhamos na vontade de Deus, não precisamos temer.

 V.2-3a – Pegue um novilho e vá sacrificar.
- O sacrifício atrai o favor de Deus (Rm. 12:1)

 V.2-3b – Mostrarei o que você deve fazer.
- Quando estamos na presença de Deus, o Espírito Santo mostra o que devemos fazer (Jo. 16:13).

 V.2-3c – Eu indicarei a quem você deverá ungir.
- Deus da instruções de como fazer, não apenas da uma ordem.

 V.4 – Samuel fez o que o Senhor lhe pediu.
- A obediência gera benção (1 Sm. 15:22).

 V.5 – Vim em paz.
 - A principal característica do cristão é viver em paz “com todos” (Hb. 12:14).

 V.6 – Samuel pensou...
- Precisamos tomar o cuidado de não sermos levados pelos nossos pensamentos, sou eu quem dirijo meus pensamentos (Je. 29:11-14).

 V.7 – Não considere a aparência das coisas.
- Não considere o tamanho das coisas – Davi e Golias.
- Nem tudo que parece ser bom é bom.
- Deus conhece a essência das coisas.
- Deus conhece o principio e o fim.


 V.10 – Ainda tem o pastorzinho de ovelhas, o caçula.
- O milagre de Deus pode estar associado a coisas que consideramos insignificantes.
- Olhamos somente a aparência das coisas, mas Deus não vê como o homem vê.

 José Carlos, pr